segunda-feira, 9 de fevereiro de 2009

O "faz de cotna" virou verdade




Vamos brincar ao faz de conta...
então vamos fazer de conta que o mundo é diferente, não muito diferente.
E faz de conta que não gosto de ti mas tu ainda gostas de mim.
Faz de conta que a tua bola as riscas amarelas e verdes passa a ser apenas verde.
Faz de conta que a musica "the kill" é bem mais bonita do que na realidade ela é...
Faz de conta que o pin que me deste a dizer getting there together deixou de fazer sentido...
Faz de conta que nos vamos chatear agora.
Faz de conta que nunca mais nos vamos falar.
Mas faz de conta que tu nunca me magoaste.
Faz de conta que eu não quero saber mais de ti.
Faz de conta que acabou.

Agora podes voltar, vamos ser novamente amigos, era só a brincar.
Onde estás?.. Volta! era tudo só a fazer de conta...

5 comentários:

nini disse...

Quando era pequenina gostava de Brincar ao "faz de conta". Hoje ainda gosto, especialmente, quando aquilo que quero muito,não pode acontecer. E é bom. Eu gosto.

Mokas disse...

acho que só mesmo se se fizesse uma daquelas cenas tipo "eternal sunshine of the spotless mind"... e portanto teriam de ser feitos todos os pequenos "erros".. e os pequenos "atritos". Pode-se fazer de conta mas... o certo é que nada nunca será como antes... com a mesma magia de antes de ser qualquer coisa.

GHAFA disse...

:D não sei qual era a musica que ouviste. tens na barra da direita no meu blog uma secção que é a musica do dia. tens lá o nome das musicas que costumam tocar no meu blog.

beijinho

Lucas. disse...

"Falam do amor como se fosse perfeito . Têm-no como incontrolável; como uma chama que não deixa de arder nem mesmo nos maus momentos, nunca . Acham-no imprevisível e criticam-no mas não lhe negam nenhum capricho . Estão lá, sempre lá prontos para o servirem . Respiram por ele . Chegam a acreditar que sem ele nada faz sentido e que o olhar brilha quando o conseguem sentir . Falam dele como um aroma refrescante que os envolve de paixão e não os deixa andar direito . Sentem-no como um poço sem fim no qual desejam cair . Querem ser apanhados desprevenidos e deixar-se levar pelo seu toque . Podem até lutar quando sentem o primeiro abraço e corar ao primeiro beijo mas são só aparências . O que eles querem é ficar com ele para sempre . Falam do amor como se fosse eterno . Ingénuos, não?" (Rita Luz)


:X

Lucas disse...

Passei por aqi outra vez e o Faz de Conta fez.me lembrar esta musica :X


http://www.imeem.com/luisritah/music/CkXcmil9/duarte_rosado_nothings_changed_pretending/